Secretario de Saúde afirma que isolamento deve ser mantido até junho

0
369
Carlos Eduardo Amaral (secretario de Estado de Saúde de Minas Gerais)
Carlos Eduardo Amaral (secretario de Estado de Saúde de Minas Gerais)

Carlos Eduardo Amaral (secretario de Estado de Saúde de Minas Gerais) afirmou em entrevista à rádio Itatiaia, que não será possível voltar a uma vida normal antes de junho.

O secretário informou que entre os meses de maio e junho terá os maiores picos de proliferação da doença e, por isso, o isolamento é necessário. “Não dá para pensarmos em voltar a uma vida normal antes de junho. Algum grau de isolamento será mantido, vamos ajustando conforme a evolução da pandemia”, esclareceu.

De acordo com Amaral, o objetivo é previnir que muitas pessoas se contaminem simultaneamente e sobrecarreguem os hospitais. A doença ainda pode existir por um ano em Minas. “É de se esperar que neste inverno e no próximo tenhamos casos. Claro que neste mais que no próximo”, apontou.

O secretario ressaltou que, com o isolamento, o pico da doença caiu. “No início do isolamento, por volta do dia 22, tivemos um pico de 75%. Atualmente, estamos mantendo essa faixa de 55%, algumas cidades mais, outras menos. O isolamento é importante; quanto maior o isolamento, menor a transmissão do vírus entre as pessoas. Mas a ideia nossa é que acima de 50% seja mantido”.