Reflexões – Marcos Castro | “Segunda-feira ‘tô lá’ na fila da vacina”!

0
603
Vacina contra a Covid-19 ( Foto: Redes Sociais).

NÃO, NÃO ESTARÁ!

                Este meu artigo, desta semana, não trata de rebater ou questionar qualquer das vacinas precoces, também não envolve questões relacionadas ao pouquíssimo tempo de desenvolvimento delas e dos possíveis – ou não – desconhecidos efeitos colaterais, tampouco vou abordar as novas tecnologias da indústria farmacêutica que envolvem traços genéticos nunca antes utilizados, pretendo não me ater a questões de eficácia “comprovada” de 50% ou 70% e o que isso significa, talvez seja inútil comentar sobre o fato da maioria dos insumos necessários para produção delas virem justamente de onde “apareceu” o “coronga”, seria porventura irrelevante – neste momento – escrever sobre o que significa e o tempo necessário para imunizar 8 BILHÕES de humanos do mundo – já que a grande mídia as tratam (as vacinas) como a única salvação para nos livrar do vírus chinês…

                MINHA PREOCUPAÇÃO, HOJE, É OUTRA!

                Ah, no primeiro parágrafo, esqueci: também não vale a pena comentar o quão ridículo se tornou o “palanque político” dos governantes – que esquecem que a eleição acabou – enfiando a primeira dose precoce nos voluntários!

                MINHA PREOCUPAÇÃO, HOJE, É OUTRA!                                                                           

                Sigo com dois exemplos que irão ilustrar minha preocupação!

                Semana passada me hospedei em um hotel nas proximidades de Cumbica/Guarulhos/SP, pois precisei ir ao aeroporto e resolvi descansar uma noite por lá, antes de retornar! Ao chegar para fazer o “check-in” me deparo com um rapaz, com cara de “poucos amigos”, que estava na recepção e, bem próximo a mim, passa a atender-me SEM MÁSCARA e com cara de doente, já que devia estar trabalhando por umas 12h seguidas – perdoável a cara de “poucos amigos” e de doente! Do meu jeito, disse: “e aí, beleza? Já fiz minha reserva pela internet, blá, blá, blá…” E, disfarçadamente, continuei: “como está a COVID por aqui, tranquilo? ”. A resposta “veio na lata”: “ah, nem sei! Chegou a vacina e agora tudo bem”! 

Segunda historinha real!

Hoje, 5ª feira – 21/01/21 -, data em que estou escrevendo este artigo (sempre adianto), estava no carro indo comprar meus charutos e ouvindo uma rádio FM da cidade. Dois locutores do programa estavam falando sobre a vacinação em Ouro Fino enquanto “rolava” uma música que eu gosto! De repente…. Quase bato o carro, ali no sinal da Cyro Gonçalves com a Treze, quando ouço de um dos locutores que, eufórico, diz: “agora que a vacina chegou, podemos aglomerar”!

Pai do Céu, o cara “levou” uma bronca, ao vivo, do colega locutor, que fiquei com vergonha alheia! Mas, a coisa já estava falada e ouvida por centenas ou milhares de ouvintes…

PRONTO! CHEGAMOS NO PONTO “D”, HORA “H”, DE EXPOR MINHA EXTREMA PREOCUPAÇÃO, QUE VOU TENTAR SINTETIZAR EM DOIS ITENS!

  • A histeria coletiva para a imunização com as vacinas precoces é perigosíssima!

Com a grande mídia (Graças a Deus temos canais de informação independentes e com liberdade de expressão como este em que vocês estão “logados”) fazendo todo o alarde “covas fúnebres x vacinas” e detonando toda e qualquer outra possibilidade de combate ao vírus de Wuhan; as pessoas – totalmente desinformadas e sujeitas a governantes perdidos no meio disso tudo, com seus decretos risíveis – cansadas de todo e qualquer tipo de prisão (excetos os bandidos, e suas “saidinhas” sem retorno) e confinamento, acabam extravasando todos seus desejos reprimidos, por quase um ano, e se esquecem que, ainda, NADA ACABOU, VAI DEMORAR; e precisamos manter, no mínimo, o que de bom aprendemos desta coisa “made in China”: que é o CUIDADO consigo e coletivo no que tange as atitudes de prevenção que já decoramos!

  • “Segunda-feira ‘tô lá’ na fila da vacina”!

Não, você não estará!

Gente, as vacinas (Pelas quais também eu rogo pelo sucesso!) SÃO EXPERIMENTAIS; e como tal, AINDA NÃO ESTARÃO DISPONÍVEIS PARA APLICAÇÃO EM MASSA, EM TODOS NÓS! É ASSIM; E TEM QUE SER ASSIM!

A não ser que você seja da área da saúde – da linha de frente, como dizem -, idoso ou idosa vivendo em asilo, tenha mais de 70 ou 75 anos – isto depende de cada estado e cidade -, ou seja indígena “aldeado” (que vive e aldeias); e ainda, se for de um destes únicos grupos, que se voluntarie a recebê-la, VOCÊ NÃO ESTARÁ NA FILA PARA A VACINA!

Outra coisa: se somarmos, em cada município, as pessoas destes grupos que listei acima, mesmo assim não haverá, ainda, vacinas para todos! Isto não é só uma coisa do Brasil; é situação mundial!

Vou lhes dar um exemplo real, tendo como objeto de cálculo, bem simples, a nossa cidade! Válido para todo Brasil e grande parte do mundo, em mesma proporção!

Prestem atenção!

Recebemos exatas 287 doses da CORONAVAC. Somos 33.791 habitantes em Ouro Fino. Para alcançar a imunização – dita geral – de 50% da CORONAVAC, são necessárias DUAS DOSES, COM INTERVALO DE 14 A 28 DIAS, para os primeiros voluntários destes grupos que listei. Então, CONSIDERANDO ESTA NECESSIDADE DE DUAS DOSES, RECEBEMOS, NA VERDADE, 287/2 = 143,5 DOSES, que vamos arredondar para 143 doses (0,5 dose não existe), OU SEJA, IMUNIZAREMOS 143 PESSOAS (se nenhuma dose for perdida, cair na hora de passar para a seringa etc.)!

Uma continha simples: (143 x 100) / 33.791 = 0,42%. ENTÃO, NESTA REMESSA DE VACINAS IMUNIZAREMOS 0,42% dos habitantes de Ouro Fino!

“Sacou”?

Finalizando…

Para que recebamos mais doses (isto vale para quase todo o universo) VAI DEMORAR, POIS AS VACINAS SÃO EXPERIMENTAIS E POUCOS PAÍSES DOMINAM A TECNOLOGIA DOS INSUMOS E DE PRODUÇÃO! Isto, creio, “vai” quase todo este ano de 2021 ou mais…

                Portanto, CUIDE-SE, CUIDE DE TODOS AO SEU REDOR! E, SE VOCÊ CRÊ, POR EXEMPLO (isto é inerente a cada um), NOS PROTOCOLOS CONHECIDOS DE PROFILAXIA E TRATAMENTO PRECOCE, USE-OS!

“Segunda-feira ‘tô lá’ na fila da vacina”!

Não, você, provavelmente, não estará!

Por Marcos Castro
Engenheiro; Especialista em Qualidade e Produtividade;
Mestre em OTH; Educador;
Escritor; Filósofo; Professor Universitário;
Educador; Palestrante; Psicanalista.
Facebook
Instagram

Responda

Please enter your comment!
Please enter your name here