Por que devemos manter o isolamento social?

0
1414
Fique em Casa
Fique em Casa

Ouro Fino tem cerca de 35 mil habitantes, um forasteiro chega com covid-19, ou mesmo alguém da cidade contaminado segue circulando pelas ruas. Ele, muitas vezes não sabe que está infectado e contamina entre 2 e 4 pessoas, como tem se mostrado ser o perfil de contágio da doença.

Essas pessoas contaminam outras 2 ou 4. E outras 2 ou 4. Começa-se uma epidemia na cidade. Se as pessoas continuam circulando, o comércio aberto estimulando a movimentação, o contágio pode, em pouco tempo, chegar a um número que se torna impossível o atendimento médico.

A importância do isolamento social está em fazer com que o contágio aconteça de maneira gradual, aos poucos. Assim, todos que necessitarem de ajuda, por estarem em estado grave, terão o atendimento necessário, serão internados e tratados até que se recuperem.

Com o isolamento social, a contaminação acontece devagar. A maioria dos infectados se recupera. Não possuem mais a doença e, portanto, não podem transmiti-la. Os saudáveis são autorizados então a sair de casa, sem grandes riscos.

Mas, no Brasil, não há testagem suficiente para saber quem já foi contaminado ou não. Se houvesse, aqueles que já possuem o anticorpo poderia circular normalmente. Como não há testes, muitos que já tiveram a Covid-19, sem sintomas, não sabem e portanto devem permanecer em casa até que possam ser testados.

Sem o isolamento social, muitos podem se contaminar ao mesmo tempo e evoluírem para o tipo grave da doença. Em Ouro Fino não tem UTI, os pacientes graves precisam ser transferidos para outras cidades que têm Unidade de Terapia Intensiva, mas elas também estão lotadas de doentes.

O que isso significa? Com mais gente para atender do que o hospital comporta, os médicos terão quer começar a escolher quem deve ser tratado e tentar sobreviver e quem deve ser deixado para morrer. Simples assim, não há lugar para todos ao mesmo tempo, então muitos morrerão por falta de atendimento e tratamento e não apenas pela doença em si.