Minas Gerais amplia bolsa merenda com auxílio da iniciativa privada

0
1841
Merenda escolar
Merenda escolar (Foto: Reprodução)

De acordo com a secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, Elizabeth Jucá, o governo de Minas não tem caixa e recursos necessários para expandir o bolsa renda, auxilio mensal de R$ 50 destinado aos alunos da rede estadual de ensino em situação de pobreza extrema. A chefe da pasta disse que o estado tenta articular, junto a empresários, um aporte suplementar para aplicar no programa.

A proposta deve ajudar 380 mil estudantes, cujas famílias têm renda mensal de até R$89 por pessoa. Os núcleos precisam estar inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal.

Elizabeth Jucá indicou que os valores serão pagos com apoio do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), que vai responder por R$20 de cada benefício. Deputados lembraram que alunos da rede estadual, têm poucos recursos e precisam de apoio para combater a crise.

Os alunos irão receber os recursos via um vale-alimentação. A ideia é que os primeiros beneficiários comecem a receber os cartões em dez dias úteis contados a partir da próxima segunda (13). O decreto que regulamenta o bolsa merenda deve ser publicado pelo governo até o fim desta semana.