Governo de Minas Gerias suspende pagamento de férias de servidores civis e militares

0
1409
Presidente do Comitê de Orçamentos de Finanças, Mateus Simões e Governador Romeu Zema (Novo)
Presidente do Comitê de Orçamentos de Finanças, Mateus Simões e Governador Romeu Zema (Novo)

Nesta quinta feira (16) o governo de Minas Gerais anunciou que suspendeu por tempo indeterminado o pagamento do terço de férias regulamentares aos servidores civis e militares, além do abono aos servidores civis, militares e contratados administrativos da segurança pública.

A medida foi tomada por conta da crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus, que obriga o governo a direcionar recursos para o tratamento de pacientes.

Segundo o Estado, a suspensão do terço de férias é justamente para garantir os salários dos servidores estaduais no próximo mês. A decisão foi comunicada pelo Secretario de Orçamentos de Finanças, Mateus Simões.

Em abril, o governo só conseguiu cumprir os pagamentos dos funcionários da saúde e da segurança. O governador Romeu Zema (novo) esteve em Brasília apara se reunir com o presidente Jair Bolsonaro justamente para pedir ajuda na solução da crise econômica em Minas Gerais.

Os cofres públicos de Minas Gerais receberam 781,2 milhões para o pagamento de uma dívida antiga que a empreiteira CR Almeida fez junto ao estado, os valores são ligados a operações bancárias feitas entra a empresa e o extinto Banco do Estado de Minas Gerais (Bemge). A ação tramitou por 21 anos na Justiça Estadual do Paraná. A quantia foi utilizado para quitar a primeira parcela dos salários de abril do funcionalismo público.