Minas pode ter 1500% mais casos de coronavírus do que informam dados oficiais

0
469
Testes Covid-19
Testes Covid-19

Um estudo realizado pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais e a UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto) indica que Minas pode ter 16 vezes mais infectados pela Covid-19 do que registram os dados oficiais.

A pesquisa foi divulgada na terça feira, até então eram 3.435 casos confirmados pelo Governo de Minas Gerais. Porem, um estudo realizado pelos professores Leonardo Costa Ribeiro, da Face (Faculdade de Ciências Econômicas) da UFMG e Américo Tristão Bernardes, do Departamento de Física da UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto), indicou que há 16,5 casos da Covid-19 para cada caso confirmado oficialmente.

Pela previsão do estudo, o numero de infectados em Minas Gerais, na terça feira, estaria perto de 56 mil. A subnotificação do Estado passa em mais de quatro vezes a do Brasil: de acordo com o trabalho, a proporção é de 3,8 pessoas com a doença para cada caso registrado. Há mais ou menos um mês, os pesquisadores divulgaram a primeira edição do estudo, o cálculo indicava a subnotificação de 7,7 vezes no plano nacional.

De acordo com o pesquisador Leonardo Ribeiro, no período de 12 de abril a 10 de maio, teve um aumento significativo na testagem para o novo coronavírus no Brasil. Ele disse também, que dificuldades enfrentadas para testagem estão relacionadas a infraestrutura laboratorial, mão de obra, aquisição dos testes e logística. O Brasil ocupa a 27ª posição em testagem por milhão de habitantes entre os 30 mais afetados pela Covid-19.