Cemig utiliza equipe especial para atendimento a hospitais do Sul de Minas

0
387
Cemig
Cemig (Foto: Reprodução)

Em função da pandemia do novo coronavírus, a Cemig vem priorizando serviços e obras que contribuam para o atendimento à população, principalmente na garantia do fornecimento continuo de energia elétrica a serviços essenciais, como hospitais. No Sul de Minas, foram priorizadas obras que já estão beneficiando hospitais nos municípios de Aiuruoca, Caxambu e Lavras.

Em Aiuruoca, foi instalado um banco de capacitores, que visa melhorar a qualidade de prestação dos serviços e níveis de tensão ao município, com foco específico às necessidades do hospital local.

Para atender a uma demanda de aumento de carga do hospital de Caxambu, a Cemig antecipou as obras de instalação de um transformador de 300kVA, disponibilizando mais energia para atender às necessidades da instituição, como a ampliação de leitos.

Devido à complexidade das obras de modificação de rede de média tensão, com a relocação de poste com transformador para viabilizar a continuidade dos serviços de ampliação das obras civis da Santa Casa de Misericórdia de Lavras, foi necessário um planejamento diferenciado, utilizando uma equipe especializada de Linha Viva, que atua na manutenção de redes de média tensão sem a necessidade de desligamento do circuito para trabalhos na média tensão energizada.

Dessa forma, durante o procedimento, a rede de Baixa Tensão permaneceu energizada e nenhum cliente precisou ser desligado. “Por ser uma atividade complexa envolvendo cliente especial, prestador de serviços essenciais à sociedade, foi realizado um minucioso planejamento da atividade que contou com uma equipe multidisciplinar da Cemig. Isto também evitou o desligamento de energia a uma parcela considerável de clientes no Centro de Lavras”, comenta o Gerente de Expansão e Manutenção Preventiva da Média e Baixa Tensão da Distribuição Sul, Antônio de Pádua Dutra Pereira.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou um conjunto de medidas para garantir a continuidade do serviço de distribuição de energia elétrica, protegendo clientes e funcionários das empresas de energia em meio ao cenário de pandemia do novo coronavírus. “Desta forma, as distribuidoras deverão priorizar atendimentos de urgência e emergência, assim como os pedidos de ligação ou aumento de carga para locais de tratamento da população e os que não necessitem de obras para efetivação”, salienta o Gerente da Cemig.

A empresa tem reforçado suas equipes de operação, manutenção de redes, plantão e emergência para garantir energia elétrica segura e contínua para todos os serviços e atividades essenciais e para que todos os clientes residenciais permaneçam em suas casas, com conforto e segurança, conforme determinado pelas autoridades públicas e órgãos de saúde.