Câmara Municipal de Belo Horizonte aprova academias como serviço essencial

0
268
Foto: Jornal Estado de Minas.

Nesta quinta-feira (8) os vereadores da Câmara Municipal de Belo Horizonte votaram, em primeiro turno, a favor do projeto de lei que inclui academias e espaços públicos para atividade física como serviços essenciais. A proposta de Lei visa garantir abertura das academias e espaços públicos para realização de atividades físicas, que estão fechadas na “onda roxa” com o intuito de evitar aglomerações.  

O texto do Projeto de Lei 1071/2020, reconhece “a prática da atividade física e do exercício físico como essencial para a população, podendo ser realizados em estabelecimentos prestadores de serviços destinados a essa finalidade, bem como em espaços públicos, em tempos de crises ocasionadas por moléstias contagiosas ou catástrofes naturais”.

Cabe ressaltar que, os vereadores do município de Ouro Fino Paulo Henrique Chiste e Tiago Bazolli, se reuniram de forma on-line, na data de 18 e 23 de março, com os representantes das academia e Diretor de Governo Carlos Cadan do município de Ouro Fino.

Após a reunião, os vereadores supracitados, encaminharam as autoridades competentes, um Ofício solicitando que a prática da atividade física seja declarada como serviço essencial no município de Ouro Fino. Por enquanto, as academias continuam fechadas na cidade. Cabe enfatizar que, a “onda roxa” para o Sul de Minas foi prorrogada até dia 18 de abril de 2021.

Responda

Please enter your comment!
Please enter your name here