Nutrição Inteligente | Qual o melhor caminho para a reeducação alimentar?

0
302
Caminhos para a reeducação alimentar (Foto: Divulgação)

Devido a mudanças alimentares aliadas à falta de tempo para o preparo domiciliar das refeições e à rotina de um trabalho sedentário e estressante, a sociedade de hoje em dia opta para um padrão dietético composto por alto consumo de produtos industrializados, de rápida e fácil preparação, resultando no crescimento da obesidade e no aparecimento cada vez mais precoce de Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT).

Neste contexto, grande número de pessoas luta contra o peso, preocupando-se cada vez mais por um estado físico magro, julgado por um padrão de beleza. Dietas da moda extremamente restritivas e rigorosas e até mesmo remédios “milagrosos”, estão cada vez mais frequentes, tornando as pessoas mais frustradas e desencorajadas.

Levar uma vida saudável e equilibrada envolve diversos fatores, dentre eles a mudança de hábitos alimentares. Nem sempre esta mudança é fácil. É um processo longo e de muita paciência, porém a reeducação alimentar é o método mais eficiente.

A Reeducação Alimentar é processo de alteração de hábitos na alimentação para educar a pessoa a aprender a comer bem e de maneira saudável, mas sem necessariamente se privar de comer alguns alimentos que goste. Consiste de pequenas mudanças, que aos poucos, torna-se o indivíduo mais saudável e equilibrado. Para dar certo é necessário um bom planejamento.

Segue abaixo alguns pontos importantes para iniciar este processo com maiores chances de sucesso:

Antes de ir ao supermercado, faça uma lista de compras. Evite passar nos corredores de guloseimas, doces e alimentos desnecessários. Dica: não vá com o estômago vazio! A chance de comprar alimentos fora da lista será menor;

▶ Planeje sua alimentação do dia seguinte. Se organize para arrumar sua lancheira/marmita e levar para o trabalho/escola/faculdade;

▶ Varie os alimentos que consome, assim fornecerá diferentes nutriente ao organismo, evitando a monotonia;

▶ Busque comer menos alimentos industrializados. Prefira alimentos frescos, naturais e sem aditivos, conservantes e corantes;

▶ Evite ter na sua dispensa os alimentos que você reconhece como gatilho para a compulsão alimentar;

▶ Evite longos períodos em jejum, geralmente “perdemos a capacidade de escolha” nestas situações, preferindo sempre os alimentos mais calóricos ricos em açúcar, por exemplo.

▶ Inicie a mudança devagar. Hábitos não são construídos de uma hora para outra. Se for muito radical, a probabilidade de manter este hábito será menor;

▶ Não precisa eliminar tudo que mais gosta da alimentação. Na reeducação atente sempre para as melhores escolhas;

Estabeleça um horário diário para se exercitar e faça disso uma rotina;

ACREDITE NO SEU POTENCIAL! Acreditar em você é o principal ponto de partida!

Você pode encontrar Maristela nas seguintes redes sociais:

Instagram 

Facebook

WhatsApp: (35) 99882-5423

Ou, nos endereços a seguir:

Clínica Saúde e Vida – Rua Júlio Brandão Filho, nº 343

Policlínica – Rua Silviano Brandão, nº 927